Lençóis Maranhenses: super dicas de como aproveitar ao máximo esse mar de areia!

27 setembro, 2018

Em um infinito mar de areia desenhado por dunas gigantes, ficamos tão pequeninos…As imagens fotográficas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses comprovam que, diante desse mundo imenso, somos apenas um grão de areia. Digo, sem dúvidas, que os Lençóis Maranhenses estão na minha lista de destinos mais belos que já vi na vida! E, na minha opinião, é o destino mais lindo do Maranhão e do Nordeste do nosso Brasil.

Aqui você vai saber onde ficam os Lençóis Maranhenses, como chegar, quando ir, o que visitar e muitas outras dicas! Nesse post você vai descobrir um roteiro alternativo pelo Parque, que vai fazer você aproveitar ainda mais. E melhor: gastando menos! 🙂 Vamos lá?

♦ Descubra abaixo super ofertas de hotéis nos Lençóis Maranhenses!:



Booking.com

Onde ficam os Lençóis Maranhenses?

Lagoa da Gaivota, em Santo Amaro

Os Lençóis Maranhenses se localizam no litoral oriental do Maranhão, sendo formados pelos municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas. Este último é o portão de entrada principal para o Parque. Mas, aqui nesse post, vou te dar uma dica de outra cidade que vai fazer você ficar mais pertinho dessa beleza natural e gastar bem menos. Fica ligado! 🙂

Passeio pelo rio, a caminho da Lagoa do Reflexo, em Santo Amaro

Por trás dos Lençóis Maranhenses: Aliás…você sabe o que aconteceu com um viajante que estava passando uns dias em Santo Amaro, nos Lençóis Maranhenses?? Olha só essa história!

Quando ir aos Lençóis Maranhenses?

A melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses é durante o período das chuvas, quando as lagoas estão mais cheias. Fora dessa época, algumas ficam até vazias. As chuvas ocorrem entre dezembro e junho, então reserve sua trip para esse período!

Lagoa do Reflexo,em Santo Amaro

E não se preocupe! Como são muito passageiras, as chuvas não vão atrapalhar em nada a sua viagem!

Qual o melhor roteiro pelos Lençóis Maranhenses?

A maioria dos viajantes que visitam os Lençóis Maranhenses ficam somente hospedados no município de Barreirinhas e, de lá, fazem os passeios. Mas meu bizu, para você que ainda não conhece a região, é ficar um tempo hospedado em Santo Amaro e depois partir para Barreirinhas, Caburé e Atins. Por que? Simples: além de acolhedora, a cidadezinha de Santo Amaro tem duas características bem atrativas: fica aos pés do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e abriga as lagoas mais lindas do Parque!

Lagoa do Reflexo, em Santo Amaro

Ao contrário de Barreirinhas, onde você precisa ir de carro para visitar as atrações e pagar mais caro por isso, em Santo Amaro você pode fazer a maior parte dos passeios a pé e por um preço infinitamente menor. Os guias são todos moradores e estão dispostos a negociar um preço que seja justo para ambos.

Passeio de barco pelo Rio Alegre, em Santo Amaro

Descubra abaixo ofertas de hotéis em Barreirinhas!:



Booking.com


Então, qual o melhor roteiro para conhecer esse paraíso chamado Lençóis Maranhenses? Se liga nos bizus abaixo:

  1. Comece sua trip pelos Lençóis Maranhenses por Santo Amaro, curta as atrações próximas à cidade e vá a pé conhecer a maioria delas! É mais cansativo, mas muito mais interessante, pois assim você tem um contato maior com a natureza. Também existe a opção de carro 4×4 em Santo Amaro, que leva às lagoas da região. Clique nas fotos abaixo para ampliá-las!
  1. Depois de uns dias em Santo Amaro, parta para Barreirinhas. Você vai precisar pegar um 4×4 até o povoado de Sangue e, de lá,  o ônibus que leva a Barreirinhas. De lá, faça o passeio de barco pelo rio Preguiças. O tour passa pelos municípios de Mandacaru, Vassouras e Caburé. Este último é um pequeno vilarejo onde só há pousadas, com seus restaurantes. Caburé é uma espécie de ilha onde, de um lado, tem o belíssimo rio Preguiças e, do outro, a infinitude do mar. Lá não tem absolutamente nada: não tem mercadinho, não tem vendinhas, só há pousadas (na época em que fui, tinha seis! rs). Nem sinal de celular pegava! É um lugar bem selvagem mesmo. Adoro! Clique nas fotos abaixo para ver Caburé mais de perto!

Bizu: Passe uma noite em Caburé! Você vai estar em contato próximo à natureza, curtindo uma preguicinha junto ao rio Preguiças e, ao final da tarde, pode dar uma caminhada na praia e assistir ao por-do-dol, olhando para o mar. 🙂 Só tem um único ‘porém’: depois das 21h, o gerador de energia é desligado e o vilarejo fica sem luz! Rs. Mas, como dizem que Caburé será todo coberto pela areia e vai desaparecer em alguns anos, é melhor você conhecer logo! Rs.  Aproveita que a última parada do passeio de lancha é por lá, dê bye bye para seus companheiros de barco e fique! E depois escreve aqui nos comentários o que achou da experiência! 🙂 

Praia de Atins

  1. Saindo de Caburé, pegue um barco para o povoado de Atins, o povoado mais hiponga dos Lençóis Maranhenses. Você vai se sentir um personagem em um cenário de uma novela da Globo. Não há asfalto no povoado, somente terra e areia. E é isso que o torna apaixonante. Além de acolhedor, o vilarejo abriga uma praia super bucólica e belíssimas lagoas, que podem ser todas visitadas a pé! De lá, partem barcos para Barreirinhas, município mais próximo para você pegar um ônibus até São Luís, onde está o aeroporto.

 

Quantos dias ficar nos Lençóis Maranhenses?

Em dez dias, contando com a viagem de ida e volta, dá para conhecer a maioria das atrações dos Lençóis Maranhenses. Reserve dois dias somente para as viagens de ida e volta, pois o caminho é longo. Fique três dias em Santo Amaro. E reserve um dia todo para fazer o passeio de barco pelo rio Preguiças, que passa por Mandacaru, Vassouras e Caburé. Um dia em Caburé basta para você curtir o local. Em Atins, três dias são suficientes para visitar as principais atrações.

Vista do Farol de Mandacaru

 

Como chegar nos Lençóis Maranhenses?

I- Destino Barreirinhas: O aeroporto mais cômodo para quem vai visitar os Lençóis Maranhenses fica em São Luís. Lá você pode pegar um ônibus, uma van ofertada por agências de turismo ou um táxi da cooperativa do aeroporto (a Coopertáxi) até Barreirinhas. De táxi são em torno de 4h de viagem. Se optar pelo ônibus, sairá mais em conta. A companhia Cisne Branco faz o trajeto, saindo da rodoviária de São Luís. São cerca de 4h30 de viagem. Horários de saída: 6h, 8h45, 14h e 19h30.

Caminho para a Lagoa Verde, em Atins

II- Destino Santo Amaro: Gosta de aventura, meu anjo? Então, se prepara! Rs. Chegar em Santo Amaro é pouco mais ´árduo´do que em Barreirinhas, mas vai valer a pena! A boa notícia é que hoje é possível fazer o trajeto de São Luís até Santo Amaro direto. Aleluia! Rs. Você tem duas opções: van ou transfer 4×4. Confira abaixo os detalhes de cada uma delas:

a) Van: A empresa Mirotur faz o trajeto de van, partindo às 6h30 de São Luís, com duração de 4h30 de viagem. A van vai te deixar no final da estrada e, de lá, será preciso pegar uma jardineira até Santo Amaro. Uma opção um pouco mais em conta (trinta reais a menos, em média) é a van do Denilson, que parte logo de madrugada para Santo Amaro, por volta das 3h da manhã. O único ‘porém’ é que você terá que fazer uma baldeação no pequeno vilarejo de Sangue, onde terá que esperar um tempo (eu esperei 5 horas!! Rs) por uma Toyota, que te levará a Santo Amaro. A viagem entre Sangue e Santo Amaro leva cerca de 1h30. Bizu: Leva repelente, pois Sangue é infestado por borrachudos!

Lagoa da Gaivota, em Santo Amaro

b) Transfer 4×4: Para quem deseja ir direto para Santo Amaro, sem a necessidade de fazer baldeação ou pegar jardineira, uma boa opção é o transfer 4×4. A Santoamarocoop, cooperativa de transportes de Santo Amaro, faz o trajeto, buscando o passageiro em seu hotel em São Luís. Mas prepara o bolso, pois o valor sai em média 700 reais por carro (2018).

Caminho para a Lagoa do Reflexo, em Santo Amaro

Voos BARATOS para os Lençóis Maranhenses? Você encontra aqui!

Clique no banner abaixo para encontrar voos baratos para diversos destinos no Brasil:


Faça abaixo uma cotação de aluguel de carros no Maranhão!:


 

O que visitar nos Lençóis Maranhenses?

Rio Alegre, em Santo Amaro

Agora chegou a melhor parte! O que fazer nos Lençóis Maranhenses? As lagoas de água azul cristalina de Santo Amaro, o verde brilhante das lagoas de Atins e a beleza incontestável da Lagoa Bonita, partindo de Barreirinhas, compõem um cenário que vai roubar seu coração! A partir de cada um desses municípios e povoados que fazem parte dos Lençóis Maranhenses, dá para fazer passeios lindos e diferentes. Dá só uma olhadinha:

  • Em Santo Amaro: Como fica aos pés do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Santo Amaro tem inúmeras atrações, todas podem ser visitadas a pé. Contrate um guia local, dá para negociar um preço justo para ambos, e vai sair bem em conta para você! As atrações imperdíveis são a Lagoa da Gaivota, que pode ser alcançada a pé ou de 4×4 pelas dunas, e a Lagoa do Reflexo, na qual para chegar, é preciso pegar um barco. Um passeio perfeito para um fim de tarde!

Ainda em Santo Amaro, não deixe de fazer o roteiro Lagoa da Betânia, localizada em um pequeno vilarejo de mesmo nome, e Lagoa do Espigão. O passeio faz uma parada em um restaurante de uma família que mora ali mesmo e faz uma galinha caipira maravilhosa! O tour pela Lagoa das Emendadas também é sensacional. Para chegar lá, é necessário contratar um veículo 4×4, que nos deixa até certo ponto. A partir de então, são 4h de caminhada (ida e volta) que vão te deixar boquiaberto! Se der tempo, contrate um guia local para fazer um passeio pelo Rio Alegre. O trajeto é todo feito de barco, é bem light, com parada para banho. Uma boa pedida para você relaxar os pezinhos que passaram os últimos dias nas andanças pelas dunas dos Lençóis Maranhenses.

  • Partindo de Barreirinhas: Como Barreirinhas fica mais longe do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, é necessário contratar agências de turismo para visitar as lagoas em veículo 4×4. A dica é fechar os passeios para as Lagoas Azul e Bonita. O por-do-sol é de tirar o fôlego! Anote também na listinha o tour de barco pelo rio Preguiças. Em meio a uma vegetação com cara de ‘Amazônia’, ele vai te levar até o povoado de Mandacaru, onde fica o famoso Farol Preguiças, de onde você terá uma bela vista do rio e dos Lençóis Maranhenses. Prepare as pernas para subir os inúmeros degraus e não desista! Você não vai se arrepender!  O tour ainda passa pelo povoado de Vassouras, onde você vai se divertir com os macaquinhos-prego tentando roubar sua comida. Rs. No final, o barco para em Caburé, o vilarejo mais bonito do passeio!
  • Em Atins: Comece o dia caminhando ao longo da bucólica praia de Atins e reserve os próximos para a visita às lagoas. Os passeios são feitos a pé ou a cavalo. Alguns podem ser feitos em 4×4. Mas o barato de Atins é conhecer as atrações a pé mesmo, contratando um guia local, com quem se pode negociar um bom preço. O destaque vai para a Lagoa Verde, que fica a 3h30 a pé do vilarejo, e a Lagoa Tropical, em uma caminhada de 1h30. Vale também o passeio de barco para assistir à revoada dos guarás, pássaros avermelhados típicos da região, e o tour a pé ou a cavalo até o Canto do Atins, comunidade de famílias que povoaram o local. Por lá você vai encontrar o delicioso camarão do restaurante da Luiza. Descanse na rede depois! 😉

Bizu: Curte aventura e desafio? Gosta de caminhar e tem disposição física? Então a dica é fazer a travessia de 75 km pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, partindo de Atins, passando por Queimada dos Britos, até o município de Santo Amaro. A caminhada, feita com guias bilíngues, leva de três a quatro dias, passa por dunas e lagoas lindas, com pernoite na casa de moradores locais (os viajantes dormem em redes). Esse passeio eu não tive pique de fazer. Rs E você, já fez ou conhece alguém que já tenha feito? Escreve aqui nos comentários o que achou da experiência!

 

 

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Larissa
    15 outubro, 2018

    Olá, preciso de uma ajuda sua!! Vou fechar minha viagem para os lençóis e queira tirar mais algumas dúvidas!! Por favor e da essa luz!

    Obrigada desde já! ❤️

    • Danielle Monteiro
      Danielle Monteiro
      22 outubro, 2018

      Olá, Larissa! Tudo bem? Claro, será um prazer te ajudar! Quais são suas dúvidas? 🙂 bjos!