Uma parte da China em Cuba

24 julho, 2018

Você sabia que existe uma comunidade chinesa em Havana, Cuba? Tudo começou no século 19, quando os chineses chegaram à capital cubana para trabalhar como escravos no setor açucareiro. Aqueles que ganharam a liberdade cultivaram pequenas faixas de terra em Havana. Entre 1969 e 1975, com a chegada da segunda leva de imigrantes chineses àquela região, surgiram os primeiros restaurantes chineses. Muitos deles, inclusive, lutaram pela independência de Cuba. Uma coluna de granito preto na esquina da calle Linea com a calle L homenageia os chineses que participaram da batalha.

O Barrio Chino, em Havana, está localizado entre as ruas San Nicolás, Dragones, Zanja e Rayo. A arquitetura não é característica, mas existe por lá um lindo portão no estilo Ming e Ching, na esquina da calle Dragones com a calle Amistad. Foi doado a Cuba pelo governo chinês.

No Barrio Chino também está localizada a Iglesia de la Caridad, dedicada à santa padroeira de Cuba. Dentro dela existe uma estátua da Virgem, com características orientais.

Deixe seu comentário